Diário do despertar 5 – Despertar dói

Ninguém conta que despertar dói, porque para você se curar, primeiro, precisará mexer na sua ferida e, muitas vezes, se quer sabemos que ela existe.

Despertar dói porque não é apenas na vida atual que devemos agir, mas também sobre nossas vidas passadas, paralelas e simultâneas. Parece inconcebível a ideia de que vivemos várias vidas ao mesmo tempo, mas é quase isso, embora não tenhamos consciência.  

O universo é atemporal e tudo que existiu ainda existe em alguma linha de tempo, tal qual na lei  de conservação de massa descrita por Lavoisier “Na natureza, nada se perde, nada se cria, tudo se transforma” e enquanto não transformarmos nosso passado de dor, ele continuará existindo.

Compreenda que o despertar também vem para curar e em muitas circunstâncias você poderá se deparar com a própria sombra, traumas dessa vida e das vidas passadas.

Não quero assustar ninguém, mas é verdade que o despertar provoca alterações físicas, no humor, na energia.

Tem gente que passa a ter zumbidos no ouvido durante certo período, outros acabam sofrendo com tonturas e até dores de estômago. Os processos de limpeza energética causam isso e também catarses*.

Se até Jesus passou pelo provação no deserto, o que dizer de nós?

Muitas pessoas romantizam o despertar e a espiritualidade. Entretanto, ser desperto exige CORAGEM porque você vai passar de novo pelos vales das próprias sombras a fim de limpar o que precisa ser limpo e seguir em frente como um grande ser de luz que é.

Despertar não é sobre ver naves espaciais e fazer viagens multidimensionais (também pode ser, mas isso não é o mais relevante), é saber que se você está aqui é porque há trabalho a ser feito. Primeiro salve a si mesmo e depois seja exemplo vivo da luz.

Nesse momento não importa a sua denominação religiosa, se é que você a tem.

Importa saber qual o seu propósito, o que você tem a oferecer.

Um médium, por exemplo, não adianta receber mensagens da luz e guarda-las em sua gaveta. O universo trabalha com energia em movimento e não energia estagnada, nesse caso duas coisas poderão acontecer, ou o médium não receberá mais as mensagens ou a vida dele vai começar a mexer para que as mensagens cheguem onde precisam chegar.

Não devemos nos limitar, somos seres multidimensionais e podemos sim realizar grandes obras. Por grande obra, entenda: viver o seu propósito!

Reconhecer os próprios talentos é um trabalho de autoconhecimento.

Você não precisa criar algo a partir de um talento que não possui, pois até a pessoa em situação de rua, está cumprindo o propósito e missão dela naquele momento. Isso porque os planos de vida dos seres são diferentes.

Assim, eu gostaria de concluir dizendo que está tudo bem se o despertar doer pra você e isso te deixar confuso, está tudo bem você não saber no primeiro momento qual é o seu propósito e está tudo bem se nenhuma dessas coisas acontecerem. O importante é você continuar caminhando!

Acolha com amor o que está vindo em sua vida e flua com a energia!

Continua…

Catarse* é um termo de origem filosófica com o significado de limpeza ou purificação pessoal.

Escrito por Melissa

Diário do despertar 1 – O mundo físico https://searaluzdavida.com/?p=712

Diário do despertar 2 – Por que eu não me encaixo? https://searaluzdavida.com/?p=716

Diário do despertar 3 – Abrindo os olhos para as verdades https://searaluzdavida.com/?p=720

Diário do despertar 4 – Aprendendo a lidar com a própria mediunidade https://searaluzdavida.com/2020/03/27/diario-do-despertar-4-aprendendo-a-lidar-com-a-propria-mediunidade/

2 comentários

Deixe uma resposta para Diário do despertar 6 – Luz e sombra na jornada do despertar – Seara Luz da Vida Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s